terça-feira, 8 de janeiro de 2008

No mundo da Ana

Sonhos , desejos, devaneios, realidades facticias e fictícias, pesadelos e horrores...tudo!
Prosa, poema ou apenas frases soltas, ordenadas ou em desordem, não sei.
Necessidade constante de me explicar.A mim ou aos outros?
A primeira hipótese, a segunda ou talvez nenhuma?
Como sempre a dúvida predomina obrigando-me à colocação de mil hipóteses para chegar a conclusões.
Com as ideias sempre em turbilhão, ando constantemente numa roda viva...