domingo, 13 de janeiro de 2008

Melancolia


Uma melancolia que me invade e me põe trémula e sensível.Quase tão sensível como um cálice de cristal que ao tocar-se se despedaça em mil e um pedaçinhos.
Uma sensibilidade que às vezes eu odeio porque me faz sentir fraca num mundo que pertence aos fortes e onde eu não tenho lugar.Qual será o meu mundo, o meu lugar?
Às vezes o ódio é tão grande que eu pergunto a mim mesma se não seria melhor ter uma pedra no lugar de um coração.
Quantas vezes eu renego este meu lado piegas que quer ver apenas as coisas belas e verdadeiras.
Porque diabo ando eu à procura da perfeição, se ela não existe?
Ana C.