segunda-feira, 1 de fevereiro de 2010


É tão fácil chegar a mim,
quando existe entrega
quando a emoção é verdadeira
quando o que me dizes soa a melodia,
é pura poesia
quando me encantas e tocas,
quando me provocas,
quando me excitas,
quando me dizes coisas loucas,
quando me fazes sorrir
e quando brincas,
quando me fazes crer
que a vida acontece,
que ser amada e feliz
é possivel agora,
quando me possuis
e nada existe lá fora...
É fácil chegar a mim!

Ana Casanova


17 comentários:

tossan disse...

Sossega: A porta está sempre aberta, basta sorrir e entrar...
Gosto de vir aqui e sempre quero saber de você e sua saúde. Beijo

entremares disse...

Nem vou tentar inventar palavras que rimem... porque destoariam naquilo que escreveste.
Fiquei surpreso.
Surpreso pela entrega que colocaste nas palavras,
surpreso por uma certa tristeza que transborda,
surpreso por reconhecer uma sensação que é familiar... de dar muito de nós próprios aos outros...

E surpreso também,
por não receares desenhar assim o mapa para chegar a ti.

Beijos,
Rolando

Marco Rebelo disse...

claro :) tristezas nao pagam dividas :)
obrigado pelo teu coment!
**Marco

[ rod ] ® disse...

Vir de coração aberto sem amarras, crédulos ou suspeitas. Vir não por vir, mas pela vontade imensa de ficar.

Bjs moça!

[ rod ] ® disse...

Mandei a música para o seu e-mail! bjs.

Maria Emília disse...

Olá Ana, que bom ver-te de volta aqui aos comentários do meu blog. Neste meu novo layout tenho os comentários em cima e não em baixo como é mais habitual, mas não consigo mudar. Assim o teu comentário foi parar à postagem anterior.
Também nesta mudança perdi os meus seguidores e gostava de ter a tua foto como tinha no outro. Gosto sempre de ver as caras das pessoas para quem estou a escrever.
Um grande beijinho,
Maria Emília

HSLO disse...

Profundo...gosto demais das suas palavras.


abraços


Hugo

FOTOS-SUSY disse...

OLA ANA, MARAVILHOSA POSTAGEM...LINDAS PALAVRAS...OBRIGADA PELA VISITA...VOTOS DE UMA SEMANA ILUMINADA!!!
BEIJOS COM AMIZADE,


SUSY

Tentativas Poemáticas disse...

Olá Ana

Vim visitar-te, deixando um beijinho.
António

AFRICA EM POESIA disse...

Ana
já sentia a falta
Neste frio grande um beijo grande

Linda a poesia que aqui encontrei...



LAREIRA


Lareira acesa...
Lareira quente...
Vermelha muito vermelha...
Cheia de cores...
Que aquecem...
E me deixam encostar...
O meu rosto ao teu...
E dizer-te baixinho...
Fica aqui...
E deixa-me ficar...
Sempre assim!...

LILI LARANJO

JORDAS disse...

"quando me fazes crer
que a vida acontece"
Pois é o amor e a entrega tudo fazem crescer e a vida se entrega em nossas mãos para ser partilhada.
Lindas palavras.
Gostei de ter passado por aqui!

Toninho Moura disse...

Tudo bem com você?
No ano passado você leu, gostou e comentou “Miss Universo”. A história continua em “Brincando de criar planetas”. Venha ler. Adoraríamos saber sua opinião. Braços!

RENATA MARIA PARREIRA CORDEIRO disse...

Lindo demais* ´Se soubesse como é fácil chegar a ti, querida Ana. Porque é sempre preciso entregar-se, mergulhar na poesia, enroscar nas palavras maravilhosas cheias de amor para refazer-se, recompor-se. E nada melhor do que ler as palavras reconfortantes de uma querida amiga, sobretudo as que me dás. Por isso e por muito +++++ vir aqui é sempre um bom motivo e hoje é muito ++++. Eu te adoro ************ Brilhante! Quando passa perto de mim, deixa um brilho mil x + do que sonha. Aliás, sonhei com a amiga a noite toda. Tinha medo!!!! porque o 7/12 + sei lé o quê + foi à minha casa * eu e daí? * e me deixou 40 comentários. Fui à casa deste ser humano e lhe ofereci um poema de amor. *Meu bem querer és Tu" e lhe disse: *já que me persegues, eu te sigo até o fim do mundo!!!*
Eh ele: "Da Ré é some" Eh eu: Não! Eu disse até o fim do mundo!!!*
Eu adoro circo e quem pensa que me faz de palhaça, tudo bem. Sou palhaça sim, eu palhacinha de mim!!!

Deixo-lhe este lindo poema, o meu sempre muito grata + mil beijossssssss

CIRCO
No circo cheio de luz
há tanto que ver!...

Senhores!
- grita o palhaço da entrada
todo listado de cores
- Entrai, que não custa nada!
À saída é que se paga.

Ri, palhaço!

O palhaço entrou em cena,
ri, cabriola,
rebola, pega fogo à multidão.

Ri, palhaço!

Corpo de borracha e aço
rebola como uma bola,
tem dentro não sei que mola
que pincha, emperra, uiva, guincha, zune, faz rir!

Ri, palhaço!
José Régio*

Rêloirinha************************
Já mudei de postagem* credo!!!
E amei de amar a sua postagem!
Obrigada pela adorável visita******

meus instantes e momentos disse...

que bom voltar aqui....
Maurizio

Táxi Pluvioso disse...

Ai, que isto lembra-me logo o Teixeira dos Santos, ele também diz: "É tão fácil chegar a mim": e tem chegado.

saúde

netuno artes disse...

É bom ver que te sentes melhor não sómente de saúde, mas feliz com a vida e as oportunidades que ela ( a vida ) esta te oferecendo,
otimismo para seguir,
fé em acreditar que é possível,
amor para nos manter vivos,
e saúde para corrermos atras de tudo,
bjs netunianos

Me permita disse...

"Tbm é tão fácil chegar em mim..." Brasil, Portugal, Angola... Um oceano nos separa, uma língua nos une! Um bjo do lado de cá do oceano!