sábado, 20 de fevereiro de 2010

As minhas dúvidas



Penso que talvez seja uma pessoa muito insatisfeita mas ao mesmo tempo, acho que só assim, questionando e pondo os modelos preconizados em dúvida, posso evoluir e crescer como ser pensante.
Nada na minha vida é um dado adquirido, não consigo reger-me pelos códigos sociais e morais sem os questionar porque considero que muitos estão errados.
Errados porque muitos ainda se regem por ideias completamente ultrapassadas e inusitadas que não fazem mais sentido e quem é diferente dos outros e se expõe acaba sempre sendo julgado.

É nesse aspecto que digo, que muitas vezes me sinto abalada porque por vezes fraquejo por me sentir sózinha numa luta, que sinto, apesar de tudo, ser de muitos.
Apenas é preciso ter coragem para assumir o que se pretende, o que se quer para nós próprios sem medo de julgamentos ou limitações.
Como tenho referido em várias textos ao longo destes dois anos de blog, tenho tido muitas ajudas pelo menos no fortalecimento de tais ideias ou até ideiais.
A prova dada está nos textos que hoje aqui escrevo e que até há uns tempos atrás seriam impensáveis para mim.
Um amigo muito querido e especial deu-me o "empurrão" e outros se seguiram.
Aos poucos, a coragem foi surgindo e como me disse um dia um outro amigo, a Ana corajosa, determinada e lutadora, conseguiu subsistir a outra, tradicional, crédula e medrosa.
Estou constantemente a questionar os outros e a questionar-me mas não desisto de lutar pelo que acredito!

Ana Casanova

16 comentários:

Vivian disse...

...o caminho se faz caminhando,
assim como questões se resolvem
questionando-as.

um grande beijo, querida linda!

Elcio Tuiribepi disse...

Oi Ana...é isso aí...se o que fazemos não prejudica as pessoas,nada como acreditar e ir em frente com nossas convicções...
Escrever é um ato de liberdade...de colocar para fora o que achamos bonito, o que nos alegra a paisagem interior que enfeita nossa alma...sem preconceitos, sem limites impostos...
Liberdade de expressão...sempre...
Códigos sociais e morais são forjados muitas vezes pela cultura deum país,mas não exprimem verdadeiramente o que consideramos ético dentro da gente, isso é uma coisa muito pessoal...
Voe Ana...um abraço na alma...bjo

HSLO disse...

Guerreira! É isso ai, acredite sempre.

abraços

Hugo

Jorge disse...

Olá Ana...
Nunca desistas dos teus sonhos, das tuas lutas...
Como sempre ouvi dizer " A esperança é a ultima a morrer"
Jinho grande e desejos de um optimo final de semana.

tossan disse...

Oi Ana sou assim como tu e vou mais além, acho que a unanimidade é um factor muito perigoso. Beijo

João Reis disse...

A vida é uma luta constante. Para a frente é que é o caminho.
Bom fim de semana.
Bjs

Táxi Pluvioso disse...

Eu diria nada na vida é um dado adquirido, excepto o ministro Teixeira dos Santos, e os seus sucessores e antecessores... :-))

saúde. boa semana

netuno artes disse...

São nossos questionamentos que fazem evoluir, avançar e progredir, mas não sómente na evolução tecnológica, e sim principalmente na evolução de nós mesmos,
desbravadores de nosso íntimo,
pesquisadores de quem e do que somos,
descobridores de Humanos Melhores,
bjs netunianos,

ps.: esse é o caminho, o teu caminho

entremares disse...

Lembrei-me... que talvez quisesses ouvir:

É arriscado... ousar.
Ousar ser diferente. Não por querer ser diferente, por birra ou teimosia. Ser diferente simplesmente quando acreditamos estar certos... e outros não. É essa a diferença que temos que manter... e lutar para mostrar que as nossas convicções... são legítimas, são nossas.

Podemos estar errados... mas então expliquem-nos porque estamos errados. Não digam simplesmente " PORQUE NÃO"

Ana... o caminho é longo, dizes bem. E as maiores pedras, as curvas mais apertadas, as súbidas mais íngremes... vêm sempre no fim.

Mas eu sei que tu já sabes isto tudo...

Um beijo.
Rolando

PortugalVela disse...

Tens de passar a escrever a branco sobre esse fundo escuro, senão pagas-me os óculos. :)

Maria Emília disse...

Sim Ana, estou de acordo que temos que lutar pelo que acreditamos e se formos persistentes, vamos vencer. Todavia, às vezes é preciso ir devagar para não magoar os outros e dar tempo para que entendam as nossas razões. Estou a falar de uma forma geral, não conhecendo o seu blog desde o ínício nem as razões que a levam a fazer as actuais afirmações.
Um grande beijinho e continue sempre a lutar por aquilo em que acredita.
Maria Emília

netuno artes disse...

Já havia passado aqui e deixado meu abraço carinhoso, comentado da beleza desta postagem, mas agora, vim aqui para lhe dizer o quanto é bom ter amigos e conhecer pessoas maravilhosas que nos ajudam e tomar " fôlego " ,

obrigado pelo carinho, pelas palavras de incventivo,

bjs netunianos

Zeze disse...

Olá

Todos nós temos dúvidas...
E nunca vamos deixar de as ter

Beijoka

O Profeta disse...

Apetece-me pintar a musica
Que me afaga a alma, desperta os sentidos
Apetece-me pintar-te o sorriso
Unir-te aos meus anseios antigos

Uma tela, universo ávido de um deus
Será o pintor o criador da cor do dia?
Um salteador das sombras da noite?
Ou apenas um semeador da nostalgia

Boa semana


Doce beijo

meus instantes e momentos disse...

que bom voltar aqui, que bom "ver" voce.
Maurizio

Anderson Fabiano disse...

os melhores ventos são sempre aqueles que nos empurram pra frente.
meu carinho,
anderson fabiano