terça-feira, 1 de junho de 2010

Tudo se faz
em nome do amor
Amar não é aprisionar
possuir ou sufocar
fazer do outro
um reflexo!
Amar é tão belo e sublime
Força maior que nos invade...
Não deixem penetrar no vosso espaço
não castrem a autenticidade
Não matem o sentimento
ao tirar-lhe a liberdade!
Ana Casanova

8 comentários:

Eduardo Monteiro disse...

Muito bem dito Ana!
Normalmente quanto mais amamos mais sentimos necessidade de termos essa pessoa o mais tempo connosco e só connosco que nem nos apercebemos que de uma maneira ou de outra estamos a retirar-lhe liberdade...Liberdade esse pode ser a de viver a sua vida de modo anos amar Melhor!

Pode ser paradoxal,mas quanto mais prendemos a nós uma pessoa mais ela se afasta...

Excelente texto :)

Ps:Não me esqueci ''daquilo'' está em Stand By por um tempo,em breve pego nele.

Bj continua

Rico Salles disse...

Sim, o amor só vive em liberdade como disse Raul em uma música, concordo. Bj!

AFRICA EM POESIA disse...

o teu livro...manda pelo correio...

Deixo para ti...


Vim deixar beijinhos.
e algumas letras para dar noticias.
Eu sou forte...

já há 1 semana que senti muitas dores no meu joelho. Fui às urgências a semana passada andei de cá para lá e vim para casa a tomar uns comprimidos para a
dor (voltaren).
segunda feira dei aulas em três escolas diferentes...
Sobe escadas desce escada..
às 2 horas já me fui arrastando pelos corredores...
às 5 e 30 fui para casa e o meu joelho estalou
fiquei parada e senti que estava mal. não dei mais um passo .
As dores eram muitas...
hospital...
cadeira de rodas...
Radiografia...

Injecção para a dor..
Fractura...
concerteza ter que colocar prótese

Mas...
ir ao meu médico...
alta...
colinho e cama...

ontem..
tudo de novo...

Hospital militar
cadeira de rodas.
Novas radiografias..(as de aveiro são de aveiro)

a medicação para atenuar as dores...
passei para as canadianas...

As dores são muito menores...


repouso absoluto

e consulta dia 30 de Junho para ver o que fazer...

Agora tratar da inflamação...


Mas a Angela diz a verdade...
Estou rija...

Pensei e senti que ia ficar paralizada.. foi pensamento de momento...mas deu para assustar e deitar uma lágrima...

Já me Desloco devagar... portanto já sou gente.

Um beijinho
a todos ontem...foi um dia muito comprido saí do hospital de noite.

Agora deixo beijinho

estou em casa e cheia de saudades dos meus alunos.


para todos vós meus amigos...


um beijão

Lilii castro laranjo

Vivian disse...

Ana querida,
quem ama liberta.

Quem ama de verdade não
faz do objeto amado produto
de posse.

Poucos entendem isso!

Beijos, menina linda!

Táxi Pluvioso disse...

"Tudo se faz" mas não em nome do amor. É em nome do défice que estou mais pobre, a partir de anteontem, e tenho muitas esperanças que o Governo tenha outra preparada lá mais perto do subsídio de Natal.

Ronaldo Brito disse...

Amar... esse verbo que nos inspira tanto...

Sempre bom visitar seu blog...

Forte abraço!

Elcio Tuiribepi disse...

Olá Ana...amor de verdae é assim...liberta...dá asas pra que o sentimento sempre volte...
Em contra-partida o sentimento sabe até onde pode ir com sua liberdade, até onde pode chegar...
participa do Concurso Literário...informações lá no meu outro blog...
Esse poema aqui cairia bem...rsrs...mas...aproveite e oloque a inspiração para funcionar...
Um abraço na alma amiga...
Um beijo no coração...

VELOSO disse...

Vim pela blogagem do ESPAÇO ABERTO não conhecia seu blog estou aproveitando para curtir um pouco mais seu espaçõ e sua arte! Parabens!