quinta-feira, 24 de junho de 2010

África


Meu orgulho, meu destino
África moras em mim.
No sorriso das crianças
no colorido dos gostos
na força do imbondeiro
no batucar do meu peito
no cheiro da terra molhada
que trago entranhada na pele.
És tu grande paixão
que me aquece os sentidos
me faz plena na emoção
e quente na paixão como
só tu África...
Porque moras em mim!
Ana Casanova

16 comentários:

Helcio Maia disse...

África, mãe colorida, terra esquecida, zela por nós!!

Sonhadora disse...

Minha querida
Só quem não conheceu Africa, não tem esse sentimento, descrito no seu belo poema.
Eu tenho saudades da terra vermelha de Angola.

Beijinhos com carinho
Sonhadora

[ rod ] ® disse...

Bela homenagem a mãe África! Um dia ainda faço festa com o meu sonho de viver, trabalhar e contribuir em Angola.

Bjs moça.

ANIMAÇÕES disse...

África, sempre tão injustiçada pelos donos do poder mundial..
Você nos fez sentir em poucas palavras a paixão que sentes.

Quanto a sua visita lá ao meu robozinho.. adorei...
tá recebido a série de beijos.. que retribuo...

Maria Luisa Adães disse...

ANA

Eu não conheço a nível real ou virtual MC.

Ele ou ela diz o que sente e eu não os vou contrariar. No entanto, quando tiver uma possibilidade de
me escreverem que eu não sei quando é, eu de forma simpática faço um ligeiro reparo nesse sentido.

Um poema é como uma pintura, cada um compreende a seu modo. Só o pintor e o poeta é que sabem a razão exacta do seu trabalho
(muitas vezes, na poesia sofisticada
há quem diga que nem o próprio poeta percebe) . Verdade, ou não verdade?

E eu peço desculpa pela ou pelo, MC,
mas não tenho culpa de eles pensarem que me entendem e os outros não.

Pode parecer mal às outra pessoas,
mas que posso fazer?
No entanto, vou tentar chamar a atenção, indirectamente, sem magoar.

Obrigada por me alertar.

Maria Luísa

Maria Luísa

Maria Luisa Adães disse...

Aproveito a oportunidade para tentar comentar África.

É um continente que descinheço, mas
pelo que dizem as pessoas se apaixonam pelo ambiente ou paisagem
e nunca esquecem semelhante lugar.

Há uma espécie de feitiço que prende quem lá viveu e uma saudade
que se prolonga no tempo e no espaço.

A sua forma de dizer me agrada.

E se gosta do que escrevo, não se preocupe com as coisas que os outros dizem.
Entenda a seu modo e é com certeza,
o meu modo.

Maria Luísa

Vladir Duarte disse...

Linda África!

Humana disse...

Amigos, quero contar-vos o que aconteceu no blog da Maria Luisa, para que entendam melhor esta troca de mensagens:
Quando fui visitar o blog, deparei que uma pessoa tinha feito um comentário dizendo que as pessoas não entendiam que a sua poesia não era própriamente sobre si mas sobre a sociedade em geral. O comentário está feito de tal forma que eu ao comentar o poema, referi que o que acontece ali, acontece com todos nós que escrevemos mas que agora e mais do que nunca, ao ter publicado um livro e as livrarias dizerem que a poesia não vende, temos que dar valor a quem nos visita e comenta. Quer dizer que apreciam poesia! O que acontece ali, também referi, acontece na pintura ou qualquer tipo de arte. Não fui indelicada porque nunca o sou mas senti que tinha que deixar ali a minha opinião. O que pode acontecer, é os leitores do blogue, sentirem-se inibidos de fazer comentarios e isso é negativo para eles que tinham esse prazer e para a Maria Luisa também.
Grosso modo, foi isto que aconteceu e apenas chamei a atenção de uma situação com a qual não concordei e podem verificar.
Aconselho a visitarem o blog da Maria Luisa Adães, que escreve maravilhosamente.
um beijo para todos.

Vivian disse...

...e esta tua paixão,
este teu país vive momentos
de glória quando está a
hospedar como excelente
anfitrião o maior campeonato
que há...

a Copa do Mundo onde todos
somos um...
independente de raça ou credo!

riso e lágrimas não conhecem
nacionalidade...

Ana, você é linda em todos
os sentidos.
e poemando então...
ai ai...rsrs

mil bjs, poeta!

Elcio Tuiribepi disse...

Oi Ana...obrigado pelas palavras lá no Espaço Aberto, Chico realmente é um craque das letras, sou fã de suas músicas principalmente pela forma como ele escreve...e ainda se coloca no lugar das mulheres como poucos...
Bom ver o Cacinho por aqui...rs
Africa...continente sofrido, maltratado e explorado indevidamente...
Linda manifestação...
Não podemos nos abraçar realmente, mas podemos enviar boas vibrações por intermédio do querer bem que desejamos um ao outro...
Sinta-se abraçada...um carinho na alma
Obrigado por sua amizade...
Beijo

Maria Luisa Adães disse...

Ana

Agradeço teu esclarecimento.

Eu elimimei o comments de MC e o
meu comments em que aparece a minha censura a MC, mas que pode eventualmente, conduzir a situações que não se entendam bem.

Esses dois comments foram eliminados. Está tudo a funcionar no presente e para o futuro,
se houver futuro.

Procurei MC e verifiquei que tem perfil fechado. Não há hipóteses de contacto,mas espero novos comments.

Quanto ao teu esclarecimento é bastante positivo e eu agradeço, na
medida em que até estou muito bem colocada - desejo o mesmo para ti.

Obrigada por me alertares.

Um estive um ano no sapo e ainda estou, mas vim tentar o google.

Um beijo,

Maria Luísa

AFRICA EM POESIA disse...

Ana

recebi o teu beijo...

Obrigada por ele.

Africa é feitiço.
Fica sempre connosco

Beijo

Saozita disse...

Olá Ana, que lindo poema, expressa bem o sentir África e em especial o teu sentir! Digo o sentir África, porque apesar de nunca lá ter estado, as pessoas que conheço e que lá estiveram,como o meu marido, que viveu em Angola e na Guiné, exprimem um carinho e uma saudade enormes. Outro sentimento que noto, é a amizade criada, enraízada nas pessoas que de lá vieram e uma comunhão de sentimentos.

Desejo-te um bom fim de semana, assim como aos que te são queridos.

Beijinho

Táxi Pluvioso disse...

O que eu gostava mesmo era dos velhos filmes de Tarzan, com a Maureen O'Sullivan, de tanga, em África :-)) bfds

tossan disse...

A África, continente pai de todos.
Você fala tão bonito da Pátria que emociona. Gostei da foto viu! Beijo

Eduardo Monteiro disse...

Agora emocionei-me a ler as tuas palavras Ana,normalmente sou muito ligado a nossa terra e sou um combatente,sou o tipo de pessoa que falta em angola,fico chateado com as coisas que vejo nas noticias (eu tenho TPA internacional.Não me conformo com o que o nosso povo anda a sofrer,enfrentando todos os dias da sua vida com garra de leão,enquanto uns vivem e dormem sobre velos de ouro...enfim as tuas palavras me levaram de volta aos tempos em que não sabia de nada apenas curtia a vida e minha angolanidade.

bj :D