sábado, 9 de julho de 2011

EDUCAR COM AMOR




Amigos mais  um ano escolar terminou e como sempre trago-vos noticias do Gonçalo.
Para quem ainda não o conhece é hiperactivo com défice de atenção, problemas de dislexia e disortografia. Tem necessidades educativas de carácter permanente e tem um currículo individual específico apesar de acompanhar as aulas junto  dos colegas da mesma idade.
Fez onze anos em Março e tinha repetido o quarto ano porque começava a despontar para a leitura e todos tivemos receio que pudesse existir um retrocesso se fosse para o liceu onde tudo é diferente já.
A boa nova é que o Gonçalo já sem a ajuda da ritalina, o estimulante cerebral que tomou durante quatro anos, fez a aquisição da leitura e da escrita.

Imaginam concerteza como estamos felizes não é? Esta foi uma das maiores alegrias da minha vida!
No novo ano irá continuar com o mesmo curriculo e acompanhamento também de um terapeuta da fala como até então.
Revela grande interesse pela leitura e escrita e acho que o facto de eu escrever e ele participar tão activamente em lançamentos de livros e tertulias de poesia, tem ajudado a este gosto pelas letras, o que acho muito natural. Ele adora ouvir poesia!
Consegue já responder a frases simples e directas sobre um texto e ordena frases em desordem com facilidade.
Na área da matemática revelou melhorias atingindo os conteúdos propostos no seu currículo individual.
O seu problema maior continua a ser o raciocínio lógico-abstracto mas apesar disso é considerado um aluno com algumas capacidades de acordo com o grau de funcionalidade que apresenta.
Há a evidenciar e realçar a crescente autonomia pessoal, social e funcional e a grande vontade e motivação, factores facilitadores a este sucesso na evolução e aprendizagem.
Este aspecto é para mim essencial, porque sempre acreditei que com muito Amor e Carinho associados a esta grande vontade de Vencer, as Vitórias surgem e os Sonhos realizam-se!

Os desafios são cada vez maiores e continuamos a travar uma grande luta tendo como uma barreira a ser vencida o PRECONCEITO.
Muitas vezes é chamado de deficiente e como não posso educar os filhos dos outros pais, tenho que o preparar para que não sofra e faço-o todos os dias.

Ensino aos meus filhos, o César já a fazer dezoito anos e o Gonçalo com onze que o mundo é de e para todos e se existe alguma "anormalidade" é na cabeça de quem pensa diferente.
Continuamos esta caminhada e estas minhas partilhas, servem para encorajar  outros pais de meninos com necessidades especiais e sensibilizar os pais de meninos que não as necessitam, para nos ajudarem.
Esta é a luta que travo, a da Inclusão Social!

Um beijo imenso com muita amizade meu e do Gonçalo e o desejo de Boas Férias para todos.


Ana Casanova

7 comentários:

OutrosEncantos disse...

PRECONCEITO, um imenso flagelo da "humanidade"!
parabéns Ana, por tanto Amor!
e teu filho já é um vencedor, porque todos vocês o são!
e tens razão, a anormalidade está na mente de quantos não entendem nem aceitam a "diferença", qualquer diferença...!
férias felizes para vocês!
obrigada por esta partilha, que me emocionou!
imenso abraço!

FlorAlpina disse...

Ana,
Conheço já o Gonçalo, é uma ternura de criança!
Antes de conhecer a Ana pessoalmente já admirava a sua luta, a sua forma de ser e estar, a sua força!Apenas e tão só através da partilha de escritas entre bogues.
Hoje que a conheço, admiro-a muito mais, porque são várias lutas ao mesmo tempo! É sem dúvida uma MULHER como poucas! De quem tenho o grato prazer de chamar AMIGA!
Desejo-lhe para si e a sua familia, as maiores felicidades!

Bjs dos Alpes

(sempre aqui para o que for preciso!)

netuno artes disse...

Que bom que tudo esta correndo bem, fico feliz pela melhora dele, que além de ser bom para ele próprio, é uma alegria e estímulo para você e toda a família.
Também achei que ele cresceu muito, fiquei impressionado,
parabéns à todos,
bjs netunianos

tossan® disse...

Aqui deste lado do oceano fico torcendo pelo menino Gonçalo e por vocês todos. Muita saúde! Avante! Beijo

Maria Alice Cerqueira disse...

Ola amiga
Estou na final da ostra poesia, me desculpe por vir lhe pedir votinho para a minha poesia, Precisamos. Mas sem a sua ajuda eu não irei conseguir. Prometo que passando esta fase eu virei comentar apenas sobre o conteúdo de seu cantinho.
Como votar você entra no link …http://ostra-da-poesia-as-perolas.blogspot.com/
No final da pagina das poesias esta escrito
VOTE CLICANDO NA PALAVRA COMENTÁRIOS Lindalva 1 comentários
Por favor coloque coloque o nome da autora e da poesia, ( Precisamos ... Maria Alice Cerqueira e o nome do seu blog. para que Lindalva possa confirmar seu voto.
Desde já lhe agradeço de coração.
Tudo do melhor para você.
Abraço amigo
Maria Alice

Giane disse...

Oi, Ana! Oi, Gonçalo!

Fico feliz pelo progresso de ambos!
Ao ajudarmos quem amamos também avançamos muito!
Poesia é maravilhosa e o Gonçalo já prova o bom gosto que tem, pois a Mãe escreve lindos e inspirados poemas.
Continuarei com minhas orações, Feliz por Vocês seguirem cada vez mais Bem e no Bem.

Beijos mil, Amigos de Belas Letras, Boas Palavras!!!

Alvaro Giesta disse...

Estive largas horas a ler o teu AnaVision, depois de ter recebido o mail a pedires desvinculação do MyAngola.
Ando também com ideias de me desvincular do Facebook, porque "estes castigos eternos" que me aplicam de não poder solicitar amizade deixam-me fora de mim. Não pelo castigo, que o aceitava de bom grado se fosse justo, mas pela injustiça. Acabaram-me os 14 dias de castigo e parece que estavam à espera do sei fim para me aplicarem mais 30, com o mesmo argumento. Que "solicitar amizade a quem não conheço é assediar". Termo usado por quem já te referi em mail.
Como disse, durante bastante tempo, ontem à noite, li do fim para o princípio o teu blog. Que adorei ler e saber como partilhas a amizade nos versos que te fluem dos dedos. E parei aqui. Exactamente na descrição que fazes do teu filho. Ele é um herói e tu tens que ser a sua heroína. Força, muita força para as batalhas que tendes de enfrentar. A da diferença (não lhe chamo doença) e a da ignorância daqueles que se julgam superiores.
Um beijo e nunca te deixes vencer pelo desânimo.
Não sei se aparece o meu nome após o comentário. Ou se aparece o pseudónimo. De qualquer modo aqui fica aquele por que tu me conheces: o pseud. Alvaro Giesta