quarta-feira, 25 de maio de 2011

PALAVRAS


Palavra ardente

Palavra urgente



Palavra não adiada


Palavras amadas


Palavras moldadas


Palavras não-conformadas


Em amor o poeta


as converte



Ana Casanova

6 comentários:

ANIMAÇÕES disse...

Lindas palavras, sem adiamentos, sem urgências, mas moldadas de forma a comover quem as lê...

bjs do amigo de cá do Atlântico...

Giane disse...

Oi, Ana!

A dor, o Amor, a partida, a Chegada, a Esperança, o desespero, o Triunfo, o lamento - tudo se amolda, tudo se transforma, na cabeça e no coração do Poeta, o Artesão da Palavra.

Beijos mil!!!

netuno artes disse...

Extrair das palavras a arte contida e escondida , nas entrelinhas da vida.
bjs netunianos

ps,: bom fim de semana

Angel disse...

E um viva ao poeta, que detém esse dom.
Lindo espaço - parabêns.

Ricardo Miñana disse...

Te dejo mi saludo y deseos de que tengas una feliz semana.
un abrazo.

Sandrio cândido. disse...

Palavra urgente, será que todas as palavras são urgentes de significado em nosso mundo liquido.
Gostei do teu espaço
abraços