domingo, 9 de maio de 2010

Coração de mãe



Não são precisos gritos
para demonstrar o que sentes
Basta um gesto, um toque
um carinho abraçado
e transmites-me tudo
de uma forma subtil
mas intensa
uma espécie de código
que é nosso apenas!

O amor que te tenho é imenso
por ti eu vou ao fim do mundo
não há barreira ou limite
E tu...
sabes tão bem meu filho
que promessa de mãe
é eterna e verdadeira!


Ana Casanova

9 comentários:

[ rod ] ® disse...

Vim te ver moça e desejar um feliz dia das mães, mesmo aqui de longe! Coração de mãe, fatalmente não se engana e mesmo no erro, ama incondicionalmente!

Feliz ainda pelo evento aí abaixo. Ter-te como inspiração é meu maior presente.

Bjs.

susana disse...

Mãe é mãe!Mas eu já festejei o meu dia a semana passada!
Gostei do teu cabelo está giro e pareces ter um filho amoroso!
beijinhos

angela disse...

Basta um gesto...é verdade.
beijos e uma semana feliz

tossan® disse...

Linda cena, o texto é muito bonito igual o seu coração. Beijo

Mães são lindas!
Tenham pele lisa ou envelhecida, mãos saídas da manicure ou judiadas com a falta de tempo, não importa, mãos de mãe, são mãos de alento e para acariciar. São mãos valentes que indicam o caminho.

Giane disse...

Que seu Dia das Mães tenha sido maravilhoso como a Mãe que Eu sei que Você é, Ana!


Beijos mil!!!

netuno artes disse...

Lindo texto inspirado,
parabéns para a mãe e para o filho,
PARABÉNS pelo dia das MÊS,
bjs netunianos

Vladir Duarte disse...

Amor de mãe é algo mais próximo do divino que conheço!

Parabéns!

Elcio Tuiribepi disse...

Ana...palavra de mãe não necessita de assinatura e muito menos de testemunhas...elas são verdadeiras na essência, pois nascem á no fundinho da alma, bem pertinho coração...
Por isso são eternas, não importa a idade de seu filho, ele sempre estará alojado em seu braços, embrulhados com o sentimento mais nobre que o ser humano possui: o amor de mãe...
Um abraço na alma...bjo

Humana disse...

Querido Élcio,
não consegui entender se associaste o que disseste à fotografia que coloquei.
Este momento foi muito intenso porque como sabes, o livro foi um projecto que fizemos os dois, já que a capa e fundos de pagina foram idealizados pelo César. Esteve patente também, a sua primeira exposição que teve o maior sucesso.
Naquele momento, um senhor que estava na livraria e quis assistir ao evento, pediu que queria um livro assinado por mim e também pelo César a quem ele elogiou bastante. O meu filho passou os braços por cima de mim e assinou, abraçando-me. Foi um gesto de muita cumplicidade e emoção que só nós os dois sentimos. Foram tiradas muitas fotos por várias pessoas mas um amigo ex-fotógrafo, captou este momento que nunca sairá do meu coração como tantos outros.
Um beijo com muito carinho e amizade.