quarta-feira, 27 de junho de 2012

DESEJOS



                                                             Lábios que se unem
que se colam em delírio
Linguas amantes, famintas
dançantes, delirantes
sedentas, dormentes
vorazes de primárias
sensações.
São a alma das palavras
deixando falar apenas
a língua do desassossego
quando acasalam...


Ana Casanova


Pintura em Têmpera s/ papel do Artista Plástico da Guiné-Bissau, João Carlos Barros

5 comentários:

Marcia disse...

Maravilhoso minha Poeta linda!Beijos!

tossan® disse...

Um ato! Pura poesia. Beijo

OutrosEncantos disse...

Fantástico!

OceanoAzul.Sonhos disse...

Excelente Ana!

beijinho
cvb

Maria Teresa Fheliz Benedito disse...

O que dizer da sua poesia?
Estou cá sem palavras, é muito lindo seu "poetar".
Adoro é maravilhoso...um abraço carinhoso em seu coração sempre.