segunda-feira, 31 de outubro de 2011

FINITO



Quando te abraço
quero dar-te vida
quando me olhas
sinto o teu grito no silêncio
quando te beijo
queria que fosse eterno...

Deixei criar o sonho no meu peito
inventei risos de alegria
construí pontes de harmonia
criei laços de ternura
bordados de desejo...
E tudo isto sabendo
que a realidade
é o finito.

"Nós Eternos" - Ana Casanova

4 comentários:

tossan® disse...

Lindíssimo poema de amor como sempre, gostei da foto! Beijo

Edson Marques disse...

Vim trazer-te meus abraços, flores e estrelas...


E meu aplauso!

netuno artes disse...

O finito é tempo por demais,
tudo acontece,
tudo pode acontecer,
o amanhã é o sonho por realizar,
o poema por fazer,
o finito é tempo demais.
bjs netunianos

ESpeCiaLmente GaSPaS disse...

Bonitas palavras :)