quinta-feira, 8 de julho de 2010

Pela metade


Não te quero só em partes
não te desejo só pela metade.
Quero partilhar contigo tudo!
Tudo o que tu queiras
Tudo que o que me possas dar
que queiras partilhar
o teu corpo, a tua alma
o teu sorriso, os teus beijos
a tua experiência e anseios
as tuas loucuras e brincadeiras
tuas dúvidas e temores.
Não te quero só pela metade
porque metade é tão pouco pra mim...
Ana Casanova

4 comentários:

[ rod ] ® disse...

Se for para amar que seja inteiramente. Fragmentos ou metades só demonstram a fragilidade das parcas intenções. Um grande bj moça!

Elcio Tuiribepi disse...

Oi Ana...o Rod foi fundo na resposta e matou a charada, mas a vida as vezes é tão complexa que as coisas não são tão simples como podem parecer...ah...mas sei lá...só sei que ser inteiro é muito melhor do que ser apenas uma metade
Lindo poema Ana...
Um abraço na alma
Beijo

tossan disse...

Quem quer migalhas? Ninguém não é? É o medo de ser feliz. Linda poesia! Beijo

O Profeta disse...

Esta ilha não tem fortuna
Trocou-a por um curioso mistério
Este irreal e intenso verde
Que inunda o olhar mais sério

Nesta ilha há um beijo na tua procura
Nesta ilha as pedras não têm idade
Nesta ilha as juras são lançadas à maresia
Nesta ilha o sonho é janela da verdade

Doce beijo