segunda-feira, 14 de setembro de 2009

Vida nova


Sinto-me frágil, sensível, quebrável. Sinto que estou num daqueles meus momentos limites em que tenho que arranjar forças para me aguentar.
Com o inicio das aulas, achei que tinha que ter uma conversa séria com o meu bonequinho mais novo, o Gonçalo. Ele não me estava a dar atenção sempre com os mimos e as brincadeiras habituais e eu achei naquele momento que tinha que ser mais rigorosa.
Talvez tenha sido um pouco fria ou dura, aliás como a vida...
Expliquei-lhe que a vida é complicada e que segundo as limitações que ele tem e que conhece porque nada lhe é escondido, mais esforço tem que fazer. Que a mãe e o pai não vivem para sempre e ele tem que lutar muito. Ele sabe que estou aqui para lutar com ele mas ele tem que ser autónomo e para isso tem que dar o seu melhor. Ele é capaz, eu sei! Precisa é de se convencer disso e não desistir, querer mas com muita força!
Apesar da sua imaturidade para os nove anos que tem, ele entendeu bem onde quis chegar. Olhou apenas para mim e os olhos marejaram-se de água. Não está habituado que lhe fale assim mas achei que tinha que ser. Claro que mal ele virou costas eu desmoronei, pensei se teria sido dura demais. Achei que ele precisava de um abanão e que entendesse que a brincadeira agora acabou. Ele passou para o quarto ano mas ainda não sabe ler e escrever e isso é básico para qualquer emprego.
Apesar de destroçada, sei que ele não pode viver num mundo de fantasia porque a vida não se condoi.
Não fui ter com ele, apesar de querer muito mas passado um tempo ele veio ter comigo a sorrir e disse: "Mãe, eu prometo que vou estudar. Prometo pelo Jesus!"
Sorrimos os dois, enchi-o de beijos e só perguntei se ele tinha entendido bem o que lhe disse.
Respondeu que sim.
Hoje de manhã ia feliz e à chegada à escola, foram recebidos com musica e uma faixa que dizia: Bem vindos!
Só espero que chegue a hora de o ir buscar, para o ter nos meus braços.
Vem concerteza cheio de fome e depois do lanche, temos muito trabalho a fazer!

Ana Casanova

25 comentários:

marianinha disse...

Ele com o tempo vai comprender e vai ser muito feliz mesmo que os momentos sejam dificeis ele vai aprender a utrapassa-los e ser feliz.

beijinhos

FOTOS-SUSY disse...

OLA QUERIDA ANA, COM O TEMPO ELE VAI ENTENDER E A ULTRAPASSAR OS PROBLEMAS QUE TENHA NA VIDA...
VOTOS DE UMA LINDA SEMANA!!!
MUITOS BEIJOS DE CARINHO,


SUSY

Alexandre Correia disse...

Olá Ana,

Deus queira que o seu Gonçalo consiga aprender por si a ser autónomo. Porque é mesmo com a Ana diz. Um dia ele vai precisar.

Beijo,

Alexandre Correia

RENATA MARIA PARREIRA CORDEIRO disse...

Que lindo relato de vida, Ana! Nossa, fiquei tão aliviada com as notícias que vc me deu! Muito obrigada pelas visitas de hj. Difícil criar o filhote, não? Ainda mais quando certas dificuldades se impõem. Mas vc é uma boa mãe, zelosa, compreensiva, atenciosa, e ele, com certeza, a compreendeu. Vá lá dar almoço para os seus amores!
Minha amiga, toda a sorte para vc. Qualquer coisa, estou aqui do lado, não precisa nem atravessar o oceano.
Beijos e sorrisos,
Renata
PS: Coisa maluca e danada de boa este mundo virtual, não?

linda disse...

Dê-lhe sempre força e diga sempre que ele é capaz. Ele sentirá essa força e irá vencer. Não lhe mostre a fraqueza, pois ele irá sentir dúvidas e continue a dar-lhe muito amor. Assim ele será feliz.Boa sorte.
Beijinhos

RENATA MARIA PARREIRA CORDEIRO disse...

Já lá estive, Ana! Fiquei tão encantada que me esqueci de dizer tudo o que queria. Deixei dois comentários; então me lembrei de que gostaria de falar sobre futebol, pois o mundo do meu sobrinho mais velho, o Thiago, praticamente um filho, também é a arte e o futebol. Só que ele é músico. Toca violão e guitarra. Joga na seleção do Banespa, no time do Rivelino, e começou a jogar futebol americano (aquele de que todo jogador sai estraçalhado, horrível!). Mas quem os segura? Eu sempre tive as asas abertas, nunca deixei que me prendessem, então o que posso falar?
Diga-lhe sobre o futebol, por favor.
Beijos, amiga,
Renata

Marisa disse...

Oi,Aninha
Saudades

Filhos são bênçãos dos céus.Os limites que lhes damos faz parte do nosso amor.
Beijos

angela disse...

Ana
Nunca da para saber se estamos fazendo o melhor, o tempo é que dirá, mas acredito que o que se faz com amor no coração nunca fara mal.
E falar da realidade é um dos deveres dos pais. Tudo que é dificil dizer e ensinar um filho será sempre mais doloroso quando a vida o fizer, então melhor que sejamos nós.
beijos

Vivian disse...

...existe um ditado por aqui
que diz mais ou menos assim:

'pé de galinha não mata pinto'.

logo,
tudo que vc exigir do seu
filhote, só pode ser fruto
do amor de mãe.

e este está fora de qqr julgamento!

beijo imenso, querida linda!

Vladir Duarte disse...

Mais uma vez, me emociono com seus textos sobre o Gonçalo... que amor lindo que existe entre vocês dois.
Torço por ele, de verdade... e realmente, te adimiro como mãe e como mulher de força!!!

Parabéns!

netuno artes disse...

Para nós pais é duro ter de chamar a atenção e trazer-lhes para a realidade da vida . . . na maioria das vezes as crianças são assim mesmo imaturas e só querem saber das brincadeiras, é normal das crianças, mas dia chega que tem de tomar decisões e " atitudes " , muitas vezes também tenho de ser duro com minha filha, e quando fico só também desmorono . . . , mas creia agistes bem,
bjs netunianos,

ps.: bom regresso de aulas, nossos filhos retornam para as aulas, mas a bem da verdade - nós com eles , rsrsr não é, afinal participamos de tudo, rsrsrs

João disse...

É o papel dos pais, por vezes ingrato. Por vezes doí o coração ter de tomar algumas atitudes. Mas é para o bem deles, faz parte da educação. Um dia eles compreenderão.

Um beijinho muito grande e muita força.

Mylla Galvão disse...

Ana,
Meu marido tem 4 filhas do primeiro relacionamento. Ele as trata com igualdade. Isso quer dizer que ele não passa a mão na cabeça de nenhuma delas! E ele é enérgico como vc foi!
Isso não é ser dura! É ser realista!
Com o tempo ele irá entender melhor o sentido e o significado de suas palavras!

Bjão

tossan® disse...

Eu sei a tua história, é bonita, é de luta e de sacrifícios. Tu és uma fabulosa mãe sorte do teu filho! belo texto! beijo

Táxi Pluvioso disse...

E a escola é um dos lugares mais violentos do mundo. Aqueles que falam da inocência das crianças, da bondade bláblá, esqueceram a infância ou mentem para se enganarem.

Um bom exemplo dessa "bondade" era a fisga com que íamos aos pássaros e aos seus ninhos. boa semana

Luis F disse...

Amiga passei pelo teu blog para deixar-te um convite:

O autor Luis Ferreira, e a editora Temas Originais têm o prazer de o/a convidar a estar presente na sessão de lançamento do livro “Sentir as palavras”, a ter lugar na sala Green Room do Freeport - Alcochete, no próximo dia 26 de Setembro, pelas 17:00.

O autor e a obra serão apresentados pela Dr.ª Carmo Miranda Machado
O lançamento terá a presença do Trio Opus Musique e da SamariTuna - Tuna Feminina da Universidade Lusófona.

ARTISTA MALDITO disse...

Olá, Ana

Não fique com o coração apertado, quando for adulto, o seu caçulinha vai agradecer ter tido uma Mãe que não se demitiu de amar os filhos e lhes mostrou que a vida não é fácil. Por isso, ele vai vencer.

Quero agradecer-lhe muito as suas palavras sempre meigas que me dirigiu e numa fase da minha vida um pouco difícil.
Mas tudo passa e nestes momentos temos de ter confiança absoluta nos médicos. Não tenha receio de nada, esteja tranquila e acredite que tudo vai correr bem.

Um beijinho grande,
Isabel

mundo azul disse...

__________________________________


Como é difícil encontrar o equilíbrio entre o amor e a permissividade, não é Ana?

Uma coisa eu aprendi com meus filhos...Só o amor é capaz de ultrapassar os problemas! Mas, amar não quer dizer, agradar o tempo todo...
Siga sempre o caminho que o coração lhe apontar... É com certeza, o caminho mais seguro!


Beijos de luz e o meu carinho!!!

_________________________________

Unseen Rajasthan disse...

BEautiful shot and lovely words !!Unseen Rajasthan

Elcio Tuiribepi disse...

Oi Ana, as vezes temos que usar as palavras dessa forma para que não precisemos mais adiante ter que usar outras ainda mais fortes, e isso tudo na verdade tem um nome: amor, pois quem ama educa.
Sei bem o que sentes quando age assim, mas é um bem e não um mal necessário, e só o faz quem realmente quer ver bem o filho no futuro. Abrace-o sempre, beije-o e deixe sempre claro o que deseja dele para o bem dele próprio...
Assim vocês crescerão juntos em volta de um mesmo objetivo, mas que é dificil...ah..isso é..fácl é falar como estou aqui escrevendo...rsrsUm abraço na alma mãe...bjo

Tentativas Poemáticas disse...

Olá Ana

No meu entendimento e experiência de vida os seres humanos são todos diferentes uns dos outros. Criei os meus dois filhos incutindo-lhes exemplos de uma vida vivida com dignidade, princípios e valores morais. Mimei-os muito, é certo. Tentei sempre dar-lhes os bens materiais (talvez em excesso) porque os meus saudosos pais não mos puderam dar a mim e aos meus irmãos. Contudo, embora sejam as minhas pérolas, são tão diferentes um do outro!
Mostras, através da tua publicação, seres uma mãe extremosa e mesmo quando erras na sua educação estás a fazê-lo com a consciência de que é o melhor para eles. Não somos perfeitos, não é?
Sê forte, amiguinha!
Beijinho com muita ternura.
António

O Profeta disse...

Troquei as voltas a um Golfinho feliz
Afagei a cria de uma Baleia azul
Confundi uma nuvem com ilha encantada
Perdi-me na rota entre o Norte e o Sul

Aprisionei o olhar de uma gaivota
Enchi a alma com penas de imensa leveza
Enchi o coração de doce maresia
Adormeci nos braços da incerteza

Vem viajar comigo no meu barco de papel


Boa semana

Doce beijo

[ rod ] ® disse...

Amor de mãe é para sempre moça... nunca o destruirá, mas a vida continua e o garotão aí... cresce ao rumo da vida.

Abs e saudades,





dogMas...
dos atos, fatos e mitos...

http://do-gmas.blogspot.com/

Zeze disse...

Olá

Nada mais Rico e Saudavél do que ter uma Boa relação com os Filhos, afinal Mãe e Pai não servem só para as coisas boas...

Beijoka

freefun0616 disse...

酒店經紀人,
菲梵酒店經紀,
酒店經紀,
禮服酒店上班,
酒店小姐兼職,
便服酒店經紀,
酒店打工經紀,
制服酒店工作,
專業酒店經紀,
合法酒店經紀,
酒店暑假打工,
酒店寒假打工,
酒店經紀人,
菲梵酒店經紀,
酒店經紀,
禮服酒店上班,
酒店經紀人,
菲梵酒店經紀,
酒店經紀,
禮服酒店上班,
酒店小姐兼職,
便服酒店工作,
酒店打工經紀,
制服酒店經紀,
專業酒店經紀,
合法酒店經紀,
酒店暑假打工,
酒店寒假打工,
酒店經紀人,
菲梵酒店經紀,
酒店經紀,
禮服酒店上班,
酒店小姐兼職,
便服酒店工作,
酒店打工經紀,
制服酒店經紀,
酒店經紀,

,